Logotipo librería Marcial Pons
Criminologia e cinema, semânticas do castigo

Criminologia e cinema, semânticas do castigo
Direito, Transdisciplinaridade & Pesquisas Sociojurídicas - Vol. 5

  • ISBN: 9788545572008
  • Editorial: Marcial Pons, Ediciones do Brasil
  • Lugar de la edición: São Paulo. Brasil
  • Colección: Direito, transdisciplinaridade & pesquisas sociojurídicas
  • Encuadernación: Rústica
  • Medidas: 24 cm
  • Nº Pág.: 504
  • Idiomas: Portugués

Papel: Rústica
43,00 € 40,85 €
Sin Stock. Envío en 7/10 días.

Resumen

A criminologia cultural, recentemente, incorporou em seu campo de interesse a imagem como objeto de estudo para compreender e sensibilizar sobre as variadas manifestações do desvio, as estratégias de controle penal e das realidades do castigo.
As manifestações artísticas – e particularmente o cinema – também produzem discursos sobre o crime (criminologias populares). Cogitamos, inclusive, que as imagens e as representações veiculadas pelo cinema, e mais recentemente pelas séries de TV, possuem um alcance social maior que aquelas difundidas pelas “criminologias acadêmicas”. Parece-nos produtiva, como frente de pesquisa, observar as produções cinematográficas a partir das lentes das criminologias acadêmicas. A maneira como diferentes temas são levados ao grande público sugere um amplo repertório de visões sobre questões que se tornaram historicamente temas de interesse das criminologias.
Este volume apresenta o exercício empreendido por nós e por pesquisadores( as) parceiros(as) do grupo Política Criminal, de desafiar os limites da escrita acadêmica pelo diálogo sobre as manifestações artísticas cinematográficas. Cuidamos, neste volume, da punição, mais especificamente, das semânticas do castigo. Os discursos criminológicos contemporâneos não se ocupam exclusivamente da punição institucionalizada, e sim do sofrimento de todos os dias, dos castigos autoimpostos, de suas peculiaridades, consequências e formas de constituir os mundos em que transitamos, sejam eles reais ou ficcionais. Em uma leitura fenomenológica, devemos considerar que a experiência do castigo recomenda ir além do visível e explicitado. Pensar as semânticas do castigo supõe levar em conta extenso repertório de práticas e atitudes construídas a partir do compartilhamento de sentidos atribuídos a rituais, contextos sociais e instituições. Supõe considerar o castigo como categoria plural, com variações locais relevantes, nem sempre de fácil cognição ou descrição. Abrir-se a esse caleidoscópio de imagens e discursos é um convite que fazemos a quem nos acompanha nesta viagem pelos cinemas e pelas criminologias.

APRESENTAÇÃO
Bruno Amaral Machado
Cristina Zackseski
Evandro Piza Duarte
PRIMEIRA PARTE
Experiências do castigo
1. Django livre, da tela à cela: ressentimento e vingança no sistema de justiça criminal
Pedro Paulo Gastalho de Bicalho
Diego Pesanha Silveira
Elisa Martins Silva
Anna Becker
L ucas Gabriel de Matos Santos
2. Por que não ser cruel? Laranja mecânica e as aporias da razão penal
L ucas Villa
Bruno Amaral Machado
3. Prisões, simulacros e punição: Goffman e as semânticas do castigo em A experiência
Alberto Carvalho Amaral
L uciana Lombas Belmonte Amaral
4. Criminologia e populismo punitivo em Macbeth: de Shakespeare a Roman Polanski
Míriam Coutinho de Faria Alves
5. White bear: a cultura punitiva que há em nós
C arolina Costa Ferreira
6. Doze homens e uma sentença: a indiferença, o preconceito e a moral na operação da punição legal
Marcelo Berdet
7. Billions: seletividade sem máscaras da justiça criminal
Antonio Henrique Graciano Suxberger
8. Corpo delito: monitoração eletrônica para além da (des)ilusão
V ictor Martins Pimenta
C ristina Zackseski
SEGUNDA PARTE
O castigo: entre gênero, raça e classe social
9. O silêncio como castigo
Soraia da Rosa Mendes
10. O castigo de Malévola
Cristina Zackseski
11. Abuso sexual, reação social e punição no filme A caça
Kárita Rachel Pedroso Bastos
12. Entre as múltiplas semânticas do castigo: Prenda-me!
C armen Hein de Campos
L uciana Souza Borges Herkenhoff
13. Da violência da tradição à cultura do feminicídio: uma abordagem sociocriminológica do filme Noces
Welliton Caixeta Maciel
Paulo Rios Matos Rocha
14. Entre Vera Cruz e Agrado: questões sobre corpo e castigo para a criminologia crítica
Camilla de Magalhães Gomes
15. Violência contra mulheres em nome de Deus
Ela Wiecko V. de Castilho
16. Quanto vale ou é por quilo? As releituras da escravidão a partir das novas colonizações brasileiras
Marília Montenegro Pesoa de Mello
Fernanda Lima da Silva
Manuela Abath Valença
17. “Primeiro carnaval, primeiro pelourinho também”: anotações sobre o poder punitivo em Ó paí ó!
Bruna Portella de Novaes
Marcelo Coelho
18. Bróder erros e castigos: estado e políticas públicas em disputa
Edileuza Penha de Souza
Gilsileide Souza de Oliveira Piauilino
Jeferson De
19. Mississippi em chamas e os paradoxos da justiça: as garantias processuais, a luta pelos direitos civis e o encarceramento em massa nos Estados Unidos
Evandro Piza Duarte
Marcos Queiroz
Thales Casiano Silva
20. Branco sai, preto fica: cenas sobre punição e genocídio negro no Distrito Federal
Tarsila Flores
21. O. J. Simpson: made in america – a impunidade como punição social
Edi Alves de Oliveira Neto
TERCEIRA PARTE
Para além do castigo: tradição, distopias, globalização e direitos humanos
22. A História de Qiu Ju – a administração de conflitos entre tradição e modernidade
Rodrigo Ghiringhelli de Azevedo
23. La invisibilidad de la victimización del migrante en su tránsito por México
Guadalupe Leticia García García
24. Ambiguidades da guerra às drogas em Sicário: imperialismo, poder e corrupção
Samuel Silva da Fonseca Borges
25. Território restrito: o pertencimento precário dos imigrantes nos Estados Unidos
Gabriel Haddad Teixeira
26. Plasticidade destrutiva e cancelamento do futuro em Taxi driver
Moysés Pinto Neto
27. Los sistemas de responsabilidad penal adolescente en América Latina y Los 400 golpes de Francois Truffaut: algunas reflexiones criminológicas desde el curso Cine y derecho penal en Valparaíso
Marcela Aedo Rivera
Silvio Cuneo Nash
28. Cinema e direitos humanos: a construção social do humano e a semântica do castigo em O vento será tua herança (Inherit the wind)
José Geraldo de Sousa Junior

Resumen

Utilizamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y facilitar la navegación. Si continúa navegando consideramos que acepta su uso.

aceptar más información